sábado, junho 30

Tutorial: Baixando arquivos WFS - Parte I

Tutorial

O site do MMA (Ministério do Meio Ambiente) além de colocar a disposição dos usuários os serviços WMS (Web Map service), está também disponibilizando alguns serviços WFS (Web Feauture Service).

Este tutorial tem o objetivo de orientar o download de dados geográficos via WEB por meio do protocolo WFS. Este protocolo foi desenvolvido pelo consórcio Open Geospatial e serve para acesso a dados vetoriais pela internet.

Ferramentas

Neste tutorial serão baixadas as unidades de conservação disponíveis no site do MMA e convertidas para o formato shapefile da ESRI.

Para isso serão utilizadas as seguintes ferramentas:
  1. WGET para baixar os arquivos em formato GML;
  2. FWTools shell para acessar a biblioteca GDAL e converter os dados de gml para shapefile;
  3. ArcGIS para a visualização e consultas aos arquivos baixados.
Os aplicativos acima foram utilizados no sistema operacional Windows XP. Estes aplicativos encontram-se disponíveis nos seguintes endereços:
  1. WGET
  2. FWTOOLS
Deve-se criar uma pasta na partição (C: ou D:) chamada wfs (c:\wfs). Lá deverá estar presente o arquivo wget.exe.

Acessar o site do MMA

O MMA disponibilizou vários serviços WEB para dados geográficos. Dentre estes, se destacam a disponibilidade de dados sobre áreas de conservação ambiental e áreas indígenas.

Os dados podem ser acessados pelo seguinte endereço: Web service MMA

Após o acesso ao site, deve-se ir à barra de tarefas no lado esquerdo e selecionar escolher serviço.


A figura abaixo exemplifica os vários serviços disponibilizados pelo site do MMA.

Os dados que serão acessados por este tutorial correspondem ao serviço selecionado abaixo.

Quando se clica no link de unidade de conservação, o serviço apresenta uma listagem de todos os temas disponíveis. Estes temas encontram-se disponíveis no protocolo WMS e WFS. Abaixo observa-se os três primeiros temas listados:

Efetuar as chamadas WFS

Deve-se identificar o endereço http do serviço relacionado as áreas de conservação. Para isso, após a execução dos passos acima, retorna-se a chamada escolher serviço (barra de tarefas do lado esquerdo).

Como resultado, tem-se na tela o endereço http do serviço:

http://mapas.mma.gov.br/cgi-bin/mapserv?map=/opt/www/html/webservices/
ucs.map&


A especificação OpenGIS Web Feature Service (WFS) define um serviço para que clientes possam recuperar objetos (features ou vetores) espaciais em formato GML de servidores WFS. O serviço pode ser implementado pelo servidor em duas versões: básica, onde apenas operações de consulta ficam disponíveis, ou transacional, que implementa o serviço completo, que inclui operações de inserção, exclusão, atualização, consulta de objetos (features) geográficos.

As seguintes operações são definidas para o serviço:
  • getCapabilities: descreve as características do servidor;
  • describeFeatureType: descreve a estrutura dos tipos de objeto que podem ser servidos;
  • getFeature: retorna instâncias dos objetos disponíveis na base de dados. O cliente pode selecionar quais objetos deseja por critérios espaciais ou não;
  • transaction: utilizado para a execução de operações de modificação dos objetos (inserção, exclusão e atualização);
  • lockFeature: bloqueia uma ou mais instâncias durante uma transação.
Através da sintaxe getCapabilites obtém-se uma lista de todos os temas disponíveis no serviço. Dentro do internet explore pode-se conseguir esta listagem utilizando-se o seguinte comando:

http://mapas.mma.gov.br/cgi-bin/mapserv?map=/opt/www/html/webservices/
ucs.map&service=WFS&version=1.1.1&request=getcapabilities&


Abaixo é apresentado o resultado do comando, dando-se destaque ao corpo da mensagem que faz referência as feições disponíveis.

Como exemplificado acima, têm-se disponível as seguintes feições: 1) ucsef – unidades de conservação federais e estaduais (dados preliminares); 2) ucsfi - unidades de conservação federais de proteção integral (dados preliminares); 3) ucsfu - unidades de conservação federais de uso sustentável (dados preliminares); e 4) ucsei - unidades de conservação estaduais de proteção integral (dados preliminares).

Para acesso aos dados sobre a geometria e tabela de atributo das feições acima, deve-se executar o seguinte comando onde o arquivo wget.exe encontra-se. Dentro do prompt do DOS (INICIAR -> EXECUTAR -> CMD) deve-se ir até a pastas c:\WFS e executar o serguinte comando.
wget.exe -O ucsei.gml
“http://mapas.mma.gov.br/cgi-bin/mapserv?map=/opt/www/html/
webservices/ucs.map&service=WFS&version=1.1.1&
request=getfeature&typename=ucsei&”
O parâmetro -O grava o resultado da requisição como um arquivo gml, como no exemplo acima ucsei.gml.
-O, --output-document=FILE (write documents to a file)
Como resultado da chamada acima, tem-se disponível todos os dados referentes à feição ucsei (unidades de conservação estaduais de proteção integral (dados preliminares). A consulta gera como resultado um arquivo gml que é interpretado pelo Internet Explorer e é apresentado conforme exemplificado abaixo.

Marcadores: , , , , ,

1 Comments:

At 5:24 AM, Blogger Luiz Amadeu Coutinho said...

Ótimo tutorial.
Parabéns pela iniciativa.
Boa semana.

 

Postar um comentário

<< Home